Em discurso direto
We Blog
Leonor Sottomayor
Combater o desperdício alimentar na cadeia de distribuição
03 Fevereiro 2017

A Sonae esteve presente, a 25 de janeiro em Bruxelas, no evento "Rising to the Food Waste Challenge”, organizado pelo EuroCommerce. A forma como o retalho e o wholesale dão resposta à problemática do desperdício alimentar foi a base do debate, tendo a Sonae partilhado a sua experiência na gestão da cadeia de abastecimento, nomeadamente a ligação entre o produtor, logística e loja. O evento também contou com intervenções de representantes do Carrefour, da Ahold Delhaize/Instock e da Tesco, tendo a Sonae partilhado as iniciativas do Clube de Produtores do Continente relativas ao momento da entrada do produto no circuito de distribuição.

Este é um ponto em que estamos particularmente atentos, até porque, enquanto líderes do retalho alimentar em Portugal, reconhecemos a responsabilidade e o impacto das nossas ações e comprometemo-nos a promover iniciativas que contribuam para o desenvolvimento sustentável da sociedade. Assim, apresentámos quatro pontos principais: o primeiro foi uma ferramenta internamente desenvolvida pelo Clube de Produtores Continente, que permite o registo das quantidades de frutos e vegetais encomendados a cada fornecedor durante um período especifico e o ajuste das mesmas após análise de vendas. Dessa forma, o produtor pode adaptar a colheita a cada época de acordo com a média de vendas.

O desenvolvimento de embalagens específicas para otimizar o ciclo de vida dos produtos nas prateleiras de cada loja, foi mais um tópico abordado. Nomeadamente, novos recipientes para fruta - com especial destaque para a proteção de esmagamento da mesma - e novas embalagens em vácuo para produtos como chouriço e queijo, que aumentam o seu prazo de validade. Não podíamos deixar de relevar a otimização dos processos para melhorar a entrega de produtos frescos diretamente nas lojas – ainda em estado de "work in progress” –, com especial enfoco nos produtos específicos de fornecedores particulares.

Por fim, o desenvolvimento de produtos de marca própria com base em itens "out of format” (por exemplo, o aproveitamento de fruta "não apresentável” para sumos ou os produtos "Fácil e Bom”, do Continente) de alguns fornecedores foi mais um exemplo de como a Sonae evita o desperdício.

O debate foi proveitoso e acreditamos que, partilhando a nossa experiência e ouvindo as melhores práticas europeias, bem como ao analisando as dificuldades de outras empresas de retalho europeias, estamos a contribuir para um combate efetivo ao desperdício alimentar e a dar passos na procura de soluções. Os desafios são grandes, mas são estes que nos movem a rumar para o que queremos que seja um futuro melhor. Acreditamos que com a nossa ajuda e de outros stakeholders do mercado, as instituições europeias também vão continuar a desempenhar um papel importante.

 
Leonor Sottomayor
Head of Public Affairs

Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e recolha de dados estatísticos.
Ao prosseguir a navegação com cookies ativos está a consentir a sua utilização.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pela SONAE. Ler Mais