Em discurso direto
We Blog
Sonae Communication
A Web Summit 2017 aos olhos da Sonae
21 Novembro 2017

Com mais de 60.000 pessoas presentes (oriundas de mais de 170 países) e contando com cerca de 1.200 palestrantes, a Web Summit desenrolou-se pela segunda vez em Lisboa, entre 4 e 9 de novembro. A cimeira de tecnologia contou com a presença de colaboradores da Sonae, e desafiámos três deles - Alexandre Santos, Miguel Bagulho e Tânia Calçada – para nos descrever de que forma foram impactados por um evento que se realiza anualmente desde 2009 e que pretende ligar a comunidade tecnológica a todo o tipo de indústrias.


Alexandre Teixeira Santos, Portfolio Development @ Sonae IM
"A Web Summit é uma experiência avassaladora. Já é a terceira vez que participo no evento e sinto que, até por estar a crescer de ano para ano, precisa cada vez mais de uma preparação prévia. Procuro evitar ao máximo a sensação de se estar a deixar passar imensas oportunidades para interagir com startups e investidores. Por isso, selecionámos em equipa previamente as startups que devemos procurar conhecer, tendo em conta as nossas prioridades de investimento, bem como os investidores com quem queremos realmente estar por querer explorar oportunidades de co-investimento.

Este ano, mais do que nos anteriores, dedicamo-nos a dividir bem as tarefas e a traçar um plano de ação para tirar o máximo partido do evento. Estamos agora a terminar o relatório que tipicamente fazemos do evento e a prosseguir os inúmeros contatos que estabelecemos durante a Web Summit. Para nós, como somos um dos maiores e mais ativos investidores privados em Portugal, é excelente que esta iniciativa esteja a ser realizada em Lisboa. Permite-nos mais facilmente transmitir a outros investidores e startups o que temos feito de Portugal para o mundo.

Espero que a Web Summit se mantenha por mais anos no nosso País.”

 

Miguel Bagulho, Investment Team @ Sonae IM
"Este já foi a minha terceira Web Summit, depois de uma experiência em Dublin e da primeira edição em Portugal, que decorreu no ano passado. Além do evento principal, a Web Summit organiza um dia só para investidores, chamado Venture Summit, que constitui um ótimo arranque para os dias loucos que se seguem.

Considero a Web Summit um excelente momento para networking com outros investidores, nomeadamente internacionais, que eventualmente de outra forma não viriam ao nosso país. A parte das startups consegue ser um pouco confusa, mas preparando os contactos antecipadamente, consegue-se gerir o contacto com as empresas mais alinhadas com os nossos critérios de investimento.

Desta edição de 2017 já temos diversas leads de investimento identificadas, algumas das quais com quem já estávamos em contacto, nomeadamente nas áreas tecnológicas para retalho e telecom, assim como de cibersegurança.”

 

Tânia Calçada, Future Tech Area manager @ Innovation and Future Tech, Sonae
"Há três anos consecutivos que participo no Web Summit e estou à espera do próximo. Em 2015, desloquei-me até Dublin para aceder às conferências e conversar com as empresas que escolhem esta feira para promoverem os seus produtos ou angariarem investidores. Apesar da fraca organização do certame em Dublin, foi possível inteirar-me do que toca as novas tecnologias de informação e os desafios sociais que lhes estão associados. Em 2016, com a chegada a Lisboa, a conveniência e qualidade da organização melhoraram, enquanto a qualidade e quantidade de conteúdos se manteve inalterada. Em 2017 já não houve surpresas, os formatos mantiveram-se.

O catálogo dos temas discutidos e implementados pelas startups tem evoluído de forma subtil. Há temas que parecem estar cá para ficar, como a inteligência artificial ou a robótica; apesar de serem tratados cada vez mais de forma mais prática ainda estão longe de aplicações em produtos finais com utilidade real. Temas como a realidade virtual, os drones e mesmo os veículos autónomos parecem começar a ser entendidos como tecnologia de consumo e por isso surgem nas conversas e na exposição aplicados a casos reais. Nas novas entradas, vemos o blockchain que tem andado nas bocas do mundo nos últimos meses. Gostei muito!”


Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e recolha de dados estatísticos.
Ao prosseguir a navegação com cookies ativos está a consentir a sua utilização.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pela SONAE. Ler Mais